Na cova dos leões

“Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e o lançaram na cova dos leões. E, falando o rei, disse a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará” (Daniel 6.16).

Encontrava-me no passadiço. O navio acabara de atracar no porto de Fortaleza,CE. Ainda se podia sentir o balanço do mesmo quando pelo fanoclama veio o aviso: “licenciamento somente para os filhos da terra” – eu era filho da terra, tinha esse direito garantido, porém minhas pernas pareciam estar presas no convés. Um peso muito grande dominava o meu corpo… era o peso do desânimo… Ali mesmo fiz uma oração ao Senhor e senti-me mais fortalecido. Eu sabia que a visita que faria à casa dos meus pais seria um trabalho intenso, complicado…. Três dias fiquei na casa de meus pais, não sai para lugar nenhum, somente orava e lia a Bíblia, foram três dias de jejum e consagração. Ao final daquele período, no terceiro dia, à noite, por volta das 19:00 horas, reuni a família e fiz um rápido culto. Aproveitei para contar o meu testemunho. Ao final orei por cada um e o resultado foi maravilhoso… A luta maior foi quando chegue a bordo do navio… (a história é comovente).

Caso o amigo e irmão deseje ler todo o testemunho, e muitos outros é só entrar em contato comigo pelo telefone (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, e-mail orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos. O mesmo não se acha disponível nas principais livrarias nacionais.

O seu carro não pode ter a marcha ré

“Ninguém que lança a mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus” (Lc 9.62).

A jornada realizada por mim e por você em prol do Reino de Deus é, sem dúvida, árdua. Muitas vezes dá vontade de retroceder, largar o arado e olhar para trás, mas quando pensamos na obra do calvário, encontramos ânimo e força para continuar lutando. Depois que o obreiro toma a decisão ao lado do Senhor Jesus, ele jamais deve olhar para trás, mas seguir em frente, olhando para o alvo que é Cristo, procurando sempre permanecer com sua vida sobre o altar, aguardando que o Senhor o use com poder e unção. As lutas para aqueles que querem ser usados pelo Espírito Santo são grandes, porém, tenha a plena confiança de que você irá triunfar em tudo que lhe vier às mãos para fazer. Saiba ainda, que “não sobrevém luta que não seja humana, mas fiel é Deus que não vos deixará tentar acima do que podeis suportar”. Procure se unir com os demais obreiros, tenha comunhão com os outros irmãos e comece o processo de fortificação em sua casa, no seu próprio lar, mantendo-o no caminho da salvação. Saiba que seu carro espiritual não tem marcha ré, somente primeira, porquanto, siga em frente.

Uma mobília simples, porém eficaz

“Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto junto ao muro, e ali lhe ponhamos uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, para ali se recolherá” (2 Reis 4.10).

Sunamita não é um nome próprio, mais de alguém que morava na cidade de Suném. Assim como Bartimeu (no aramaico: filho de Timeu) um cego mendigo a quem Jesus restaurou a vista. Quando temos confiança no Senhor, não conseguimos pronunciar palavras de desânimo, nem temos desilusões e muito menos ver as coisas a olho nu, pela razão, mas sim pela fé. Pela fé, ainda que tudo esteja dando errado. O patriarca Jô disse: “Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra” (Jó 19.25). A mulher tinha a plena convicção que no homem de Deus estava a solução dos seus problemas. Mobílie a sua vida com uma mobília simples, porém eficaz, de modo a oferecer ao Espírito Santo um ambiente saudável a fim de que ele possa lhe usar de maneira poderosa na obra de Deus. Quatro peças são fundamentais para você mobiliar a sua casa espiritual: cama, mesa, cadeira e candeeiro. Cada peça dessa mobília tem um significado espiritual, e se você souber usá-las, poderá dizer, nos momentos difíceis da vida como disse a mulher de Suném: “…vai tudo bem!”. A cama é para o descanso, e nisso não se pode relaxar. O profeta Isaías disse: “Ele entrará em paz, descansarão nas suas camas os que houveram andado na sua retidão”. Quem anda com negócios escusos não pode ter sossego, tranqüilidade, mas deita em sua cama e tem pesadelos, a cama não lhe traz descanso. A mesa fala de comunhão, de refeição,etc. O salmista disse: “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos….”. Não lute com o inimigo se não tiver bem alimentado da Palavra de Deus. Jesus o venceu quando foi tentado no deserto usando a Palavra. A cadeira é outro utensílio importante e fala de trabalho, de autoridade e poder. Onde está a tua cadeira? Não permita que Satanás lhe tire a sua cadeira, a sua oportunidade de trabalhar, e exercer o seu poder. E por fim o candeeiro fala de luz, de brilho, de santidade e pureza. O azeite colocado no mesmo tinha que ser um azeite puro. Cuide melhor de sua vida espiritual. Você é a luz do mundo. Brilhe e o inimigo ficará incandescente.