Uma alegria sem igual

“Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade.Ele se cobre de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina. Põe nas águas as vigas das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento. Faz dos seus anjos espíritos, dos seus ministros um fogo abrasador. Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum. Tu a cobriste com o abismo, como com um vestido; as águas estavam sobre os montes” (Salmos 104:1-6)

À tarde e princípio da noite foi muito edificante. Estava visitando uma igreja evangélica em Estocolmo na Suécia. Naquela noite foi me dada à oportunidade para pregar. Estava muito emocionado, pois me encontrava na igreja onde eram membros Daniel Berg e Gunnar Vingren quando saíram para os Estados Unidos da América. Preguei uma mensagem cujo tema foi: “onde vocês pararam, nós brasileiros demos continuidade”. Preguei em português e o irmão Daniel Barcelar traduziu para o inglês e o irmão Ivar Vingren (filho de Gunnar Vingren)  do inglês para o sueco, foi tudo uma bênção, a igreja recebeu de todo coração a mensagem, houve um mover do Espírito Santo ali e muitos se alegraram em Cristo… Terminado o culto tivemos um encontro muito maravilhoso com duas filhas do pastor e missionário Oton Nelson, Ruthe e Ester Nelson. Depois de alguns diálogos, consultamos se haveria possibilidade de vermos o renomado missionário Oton Nelson. Elas acharam o momento difícil, uma vez que seu pai não poderia se emocionar devido à saúde debilitada, mas iriam consultar o médico, caso afirmativo eu e meus colegas de navio seriamos avisados e elas marcariam a visita. O sinal foi verde para nós… (a visita foi algo extraordinário!).

Caso o amigo e irmão deseje ler toda a mensagem na íntegra, e o livro por inteiro é só entrar em contato comigo pelo telefone (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para o livro chegar em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.

 

O bom exemplo é uma obrigação de todos os remidos

“Em tudo, te dá, por exemplo, de boas obras; na doutrina, mostra incorrupção, gravidade, sinceridade, linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós” (Tt 2.7).

Uma prática usada no meio religioso, capaz de entristece a qualquer líder, seja ele de qual seguimento for, é quando a igreja colocar os familiares do líder como paradigma, espelho, exemplo para a comunidade. Como pastor evangélico e conhecedor das recomendações bíblicas, vejo que, quem assim procede, é dotado de pouquíssima sabedoria, não conhecendo as Escrituras e, também, nada sabendo sobre a psicologia que norteia a vida humana. O viver daqueles que se propõem a conduzir vidas ao reino de Deus é de abnegação e renúncia, de modo que sofrem, são acometidos de sérias enfermidades e preocupações constantes, sem que ninguém perceba, mas tudo é feito por amor ao rebanho e à obra de Deus. Vejamos o que dizem os indoutos: “Vocês são filhos do pastor e têm que dar o exemplo!” e “A irmã é a esposa do pastor; logo, tem que ser o espelho para as demais irmãs”. Queridos, isso não é verdade! Esse posicionamento só causam entristecimentos e desestímulos, os quais contribuem muito para o desânimo e até mesmo a morte espiritual da família do pastor. Na realidade, ao pastor compete à responsabilidade sobre o rebanho do Senhor. É ele quem irá prestar contas ao senhor Deus. Os seus, somente, o ajudarão a exercer com proficiência o ministério por ele abraçado e é por isso que todos os membros precisam ajudar a família do obreiro para que ela se sinta bem na igreja e o pastor possa com firmeza e alegria desenvolver o seu trabalho ministerial. O exemplo dos fiéis a que se refere o texto de 1 Tm 4.12 – “Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé e na pureza”- é atribuído a todos nós, e não somente aos da família do líder espiritual. Quando abrimos as Escrituras, verificamos que muitos filhos de sacerdotes, reis, estadistas não corresponderam com as expectativas da comunidade em que viveram. Muitos se tornaram rebeldes … A família de Filipe, segundo se sabe, era reservada e levava uma vida de inteira dedicação ao Senhor Jesus… O problema é que, para alguns, a família do pastor não podem errar, nem ter uma conduta igual aos outros membros, pois precisam ter elevado destaque em tudo…

Caso o amigo e irmão deseje ler na íntegra da a mensagem e o livro por inteiro é só entrar em contato comigo pelo telefone (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para o livro chegar em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.

Colhendo em tempo de seca

“Porventura há ainda semente no celeiro? Todavia, a videira, a figueira, a romeira e a oliveira não têm dado os seus frutos, mas desde este dia vos abençoarei” (Ageu 2.19).

Tenho acompanhado pela mídia a situação do nosso povo, de nossa gente. Se deixarmos de lado o entretenimento e cairmos na real, perceberemos que ela é caótica e está de mal a pior. Há muita gente sofrendo na área da saúde, por falta de segurança, desemprego e por ai vai. O “consolo”, como muitos pensam estar por vir: A COPA do Mundo. É bom que cada um abra bem os seus olhos, pois esse evento futebolístico não resolverá os problemas dos trabalhadores de nosso país, nem solucionará os problemas que hoje são enfrentados pelas famílias pobres. Quando as delegações partirem para os seus países, é tomaremos conhecimento do tamanho do rombo, dos problemas a serem administrados. A passagem em lide revela a situação triste e preocupante do povo de Israel nos dias do profeta Ageu. Não havia mais sementes no celeiro e as árvores frutíferas que podiam ajudar na economia do povo, a videira, a figueira, a romeira e a oliveira não davam mais frutos, situação muito triste. Como colher em tempo de seca? É quase impossível, porém, Deus é o Deus do impossível, é o Deus do milagre, basta tão somente ter fé nEle. Parafraseando o texto: “A partir de hoje, Eu o Senhor, estarei abençoando a todo o meu povo. Sei que os celeiros já não têm mais sementes armazenadas e que as principais árvores frutíferas, responsáveis pela economia e a sobrevivência de meu povo não têm produzido os seus frutos regularmente e em quantidade suficiente para o consumo diário”. A promessa de Deus é que Ele abençoará aqueles que a Ele forem fiéis, mesmo na luta, na dificuldade não negarem o Seu nome. É hora de colhermos em tempo de dificuldades. Não abandone o manancial de águas vivas, Cristo. Creia no Senhor e no mais Ele tudo fará. Amém!