Deus auxilia aqueles a quem Ele ama

“Digna-te, Senhor, livrar-me: Senhor, apressa-te em meu auxílio” (Salmos 40.13).

A viagem para alguns, principalmente os que deixaram esposas e filhos no Brasil é considerada longa. A família faz muita falta e é possível ver alguns se emocionarem e até mesmo derramarem lágrimas quando chegam ao porto e recebem alguma correspondência, foi assim com o cabo Silva, nosso querido pastor. O pastor Silva estava triste naquela tarde. Tudo indicava que alguma coisa descrita em uma das cartas em suas mãos o deixaram abatido. Com muito respeito e cautela me aproximei dele. Alguns minutos se passaram e ele quebrou o silêncio, sentado ali naquele banco próximo de um dos porões a meio navio. – tenho cerca de nove filhos disse ele, 4 rapazes e 5 moças. O mais velho se casa em dezembro. Eu recebi uma carta de minha filha mais velha e ela me participou que pretende casar-se com um rapaz da igreja ainda este ano. Eu conheço o rapaz, porém eu acho que não é a pessoa que Deus tem preparado para minha filha. Eu gostaria de falar pessoalmente a ela sobre esse assunto e a minha opinião, mas isso não poderia ser por carta, teria que ser olhando dentro dos olhos dela, bem próximo dela, poder orar por ela e tentar abrir os seus olhos, porquanto ela está muito impressionada com os presentes recebidos e já contagiou a minha esposa. Que mais eu posso fazer? – meio sem jeito tentei travar um diálogo com ele e mesmo dando meus primeiros passos na fé ofereci meu apoio em oração. Fiquei ali mais alguns minutos, oramos juntos e deixei-o sozinho e sai com o coração apertado como se o problema agora fosse somente meu. Aproximei-me da cozinha na certeza de encontrar o irmão Carlos Alberto. Graças a Deus, disse eu, quando o vi ali. Aproximei-me e lhe disse: – amado de Cristo eu preciso falar com você, há possibilidade?… Quando ele chegou onde estava, lhe disse claramente o que estava se passando com o pastor Silva e que precisaríamos fazer alguma coisa para ajudá-lo. Estávamos atracados no porto de Barcelona e já tínhamos, no dia anterior comparecido em uma igreja evangélica e participamos do culto, o qual tinha sido uma bênção. Naquela hora me veio uma idéia e compartilhei com o irmão Carlos Alberto que concordou.   – disse eu, você não acha que deveríamos procurar o pastor da igreja onde fomos ao culto ontem e pedir-lhe que nos deixe orar e consagrar ao Senhor para Deus dá ao pastor Silva a devida vitória? Nós faremos isso à manhã pela manhã em jejum, porquanto o pastor é muito precioso para nós e não podemos vê-lo triste daquela maneira… e, após ouvir o relato do nosso propósito disse-nos: – amanhã a partir das 08h00min eu estarei aqui e faremos a consagração, eu ajudarei a vocês nessa batalha espiritual, disse o pastor da igreja em Barcelona/Espanha… No porto seguinte eu tomei um susto quando o pastor Silva me procurou com um sorriso de alegria e vibrando muito ele disse: Deus ouviu nossas orações e recebeu a nossa consagração ali em Barcelona…

Esse relato é comovente e edificante. Caso o amigo e irmão deseje ler todo ele na íntegra e saber como foi os detalhes da vitória, é só adquirir o livro Avistei o Farol. Entre em contato comigo pelos telefones (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.

 

O espetáculo do crescimento

“Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus” (Colossenses 1.10).

A expressão “o espetáculo do crescimento” é muito falada no meio político e também bastante criticada por aqueles que, insatisfeitos com a atual conjuntura brasileira, aproveitam-se para disparar contra aqueles que estão tentando manter o carro verde e amarelo nos trilhos. O espetáculo do crescimento seria uma grande realidade no contexto evangélico se somente se atentássemos para o que diz o apóstolo Paulo – “… cresçamos em TUDO naquele que é a cabeça, Cristo” (Ef 4.15). Sabe-se perfeitamente que o crescimento quem dá é Deus (1 Co 3.7), não somente da obra em si, mas, também, de cada crente, individualmente. É preciso, antes de tudo, “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”, diz o apóstolo Pedro (2 Pe 3.18). Um bom músico tem o seu valor para Deus, mas se ele for firme na fé e crescer no conhecimento da palavra, seu potencial será muito maior, visto que o Espírito Santo se utilizará dele não somente na música, mas para TODA boa obra, ou seja, cem por centro de aproveitamento. O que acontece hoje é que algumas pessoas que têm talento se contentam apenas com isso e não se preocupam em granjear outros talentos, ou seja, não se dispõem a crescer para serem usados de maneira extraordinária pelo Senhor. O espetáculo do crescimento se dá quando o Espírito Santo se apodera do frágil crente e faz dele um instrumento capaz de promover o reino de Deus. Para isso, é recomendável que “se ande dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra e crescendo no conhecimento de Deus” (Cl 1.10). Aí, sim, será evidenciado o verdadeiro espetáculo do crescimento.

Caso o amigo e irmão deseje adquiri o livro por inteiro Nas Asas do Espírito Volume 1, e ler essa mensagem na íntegra, é só entrar em contato comigo pelos telefones (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.

As Tuas Orações Tem Subido à Presença de Deus?

“O qual, fixando os olhos nele, e muito atemorizado, disse: que é, Senhor? E disse-lhe: as tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus” (Atos 10.4).

Enquanto oramos aprendemos a ser submissos ao Pai celestial. A reverenciá-lo e amá-lo, bem a sermos dependentes mais dEle. A oração nos dá a medida da nossa debilidade e dependência. Através dela somos fortalecidos por Sua graça porque o poder do Senhor se aperfeiçoa na nossa fraqueza (2 Co 12.9). Enquanto oramos penetramos na esfera celestial, chegamos à presença de Deus em espírito e o nosso caráter vai assimilando as virtudes do caráter de Cristo. A oração constante é o caminho mais rápido e o mais eficaz para alcançarmos a maturidade espiritual em Cristo Jesus. Na oração e interseção pelos outros, somos duplamente abençoados, porque falamos com o rei dos reis e Senhor dos senhores, Jesus. Com isso, a nossa fé é fortalecida, nosso amor cresce, chegamos mais perto da santidade de Deus e a Sua glória se revela a nós, se manifesta em nós cobrindo-nos de Seu excelso poder. “ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (Hb 11.6). “Clama a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes” (Jr 33.3); “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrscentadas” (MT 6.33); “Pedi, e dar-se-vos-á, buscai e encontrareis, batei e abrir-se-vos-á” (MT 7.7); e “E invoca-me no dia da angústia, eu te livrarei e tu me glorificarás” (Sl 50.15). As tuas orações tem subido à presença de Deus? Cornélio, era apenas um religioso, não conhecia ainda Jesus, porém, suas orações foram recebidas no céu, porque ele tinha um coração bom e generoso.