Permanecei no meu amor, disse Jesus!

“Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor.” (João 15.9).

O Evangelho chegou a Éfeso no ano de 52 D.C., quando Paulo, ao findar sua segunda viagem missionária, passou por aquela cidade e pregou na sinagoga ali existente: “E chegou a Éfeso e deixo-os ali; mas ele entrando na sinagoga, disputava com os judeus. E, rogando-lhe eles que ficasse por mais tempo, não conveio nisso. Antes se despediu deles, dizendo: É-me de todo preciso celebrar a solenidade que vem em Jerusalém; mas querendo Deus, outra vez voltarei a vós. E partiu de Éfeso.” (Atos 18.19-21). Áquila e Priscila, o haviam acompanhado e ficaram ali, trabalhando em sua profissão e evangelizando. Quando Paulo iniciou sua terceira viagem missionária, voltou a Éfeso e achou doze crentes, os quais batizou. Na ocasião todos foram também batizados com o Espírito Santo: “ E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos, Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João. Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam.” (Atos 19.1-6). Deus abriu a porta para um grande despertamento, a igreja em Éfeso cresceu poderosamente e sinais e maravilhas foram feitos em nome do Senhor Jesus Cristo. Trinta e nove anos se passaram e Jesus enviou uma carta àquela igreja. O assunto principal foi quanto eles terem perdido o primeiro amor. O primeiro amor é de tal importância que justifica refletirmos até hoje sobre esse assunto. O amor é a essência da vida cristã. Ele é essencial porque é a vida do crente salvo em Jesus. A vida espiritual se manifesta quando, “Cristo vive em nós”: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2.20). A esperança da glória é quando Cristo, verdadeiramente habita em nós: “Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória” (Colossenses 1.27). Não permita que o amor de Cristo esfrie dentro de você. Busque imediatamente a renovação espiritual. Não deixe que o primeiro amor desvaneça e venha se extinguir no seu coração. Jesus te ama e não está nenhum pouco feliz com o seu desânimo e frieza espiritual. Permaneça no amor de Cristo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s